Home » Ofaié Acervo

Ofaié Acervo

OFAYE_final

Identificação:  Ofaié Ataíde Xehitâ-ha

Código: OAXH

Datas-limite: 1911 – 2014

Dimensão e suportes: 8 caixas de arquivo. Impressos e manuscritos. Mídias anexas ao Arquivo da Palavra.

Produtores/Colecionadores: Carlos Alberto dos Santos Dutra e Ataíde Xehitâ-há

Histórico: Desde ao menos o século XIX há relatos da existência de indígenas Ofaié em uma grande porção de terras do centro-sul à leste do sul de Mato Grosso (atual Mato Grosso do Sul), sempre habitando os cursos dos rios, até a margem direita do alto rio Paraná. Fontes oficiais e relatos de viajantes dão conta de cerca de dois mil indígenas desta etnia até o início do século XX. As investidas dos sertanistas provindos do Triângulo Mineiro e de São Paulo, na formação de latifúndios, levou ao constante deslocamento dos Ofaié e a quase dizimação desse povo. Hoje são poucos que vivem em um pequeno aldeamento no município de Brasilândia (leste do MS).

Em novembro de 2016 o NDH recebeu documentação pertencente ao militante indigenista e pesquisador Carlos Alberto dos Santos Dutra, referente à sua atuação junto aos Ofaié em Brasilândia e Serra da Bodoquena (em Mato Grosso do Sul), entre os anos 1980 e a atualidade.

O processo de organização e catalogação do acervo contou com apoio do CNPq por meio de uma bolsa PIBIC que possibilitou o desenvolvimento do projeto “Resistência Indígena: fontes para a História Ofaié”, com olhar para o diálogo entre a Arquivologia, a Antropologia e a História, tendo como resultado a Construção de uma ferramenta online. O conteúdo do acervo é formado por relatórios, transcrições, cartas, entrevistas, correspondências, ofícios, atas, gráficos, imagens, vídeos, bibliografias, material de imprensa e objetos da cultura material.

Procedência: Acervo pessoal do pesquisador e indigenista Carlos Alberto Dutra, que há mais de 20 anos tem se dedicado a pesquisa etno-histórica desse grupo. Autor de livros como “Ofaié, o povo do mel” 1991, “Ofaié, morte e vida de um povo” 1996 e “O território Ofaié pelos caminhos da história” 2011.

Data de aquisição: novembro de 2016.

Conteúdo: Relatórios, transcrições, cartas, entrevistas, correspondências, ofícios, processos, atas, gráficos, imagens, vídeos, bibliografias, material de imprensa e objetos da cultura material.

Idiomas: Português-BRA

Instrumentos de pesquisa: Relação do acervo com descrição de conteúdo, identificando subgrupos e séries.

Relatório descritivo do acervo Ofaié: Relatório PIBIC 2017.

Grupos relacionados: Instituto Administrativo Jesus Bom Pastor; Pastoral da Terra; Barrageiros.

Acesso e Uso: Aberto a consulta.

Controle da descrição: Lucas Cardoso Moreira e Vitor Wagner Neto de Oliveira

Data da descrição: agosto de 2017.