Bem Vindo!

APRESENTAÇÃO

 

É com satisfação que apresentamos o CD dos anais com os trabalhos da XII Semana de História: Saberes Históricos e a Sala de Aula: Diálogos, Convergências e Divergências.

Docentes e discentes do curso de História do Campus Três Lagoas da UFMS mais uma vez mostraram a mesma competência já manifestada em outros momentos.

A exemplo do que já foi feito em outros momentos, neste ano convidamos especialistas tanto da própria UFMS, quanto de instituições renomadas como a Fundação de Cultura do Estado do Mato Grosso do Sul. Há profissionais provenientes de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Inovamos ao ampliar o acesso às informações e ao processo de inscrição inaugurando um site que se tornará patrimônio do curso. As mesas foram montadas com profissionais de História, Letras e Pedagogia, garantindo a diversidade dos enfoques.

A conferência de abertura está a cargo da Profa. Dra. Circe Maria Bittencourt:

A História disciplina escolar: Relações entre a Escola e a Academia”. Uma das maiores especialistas do ensino de História no Brasil discorrerá sobre a natureza da produção do saber histórico escolar e sua relação com a História produzida nas Universidades.

            O ensino e a aprendizagem do conhecimento histórico será objeto de debate na mesa redonda da segunda noite de nosso encontro: como crianças, jovens e adultos aprendem História através da Mídia? Qual a importância de um museu nesse processo? Como os professores, em particular os de História, podem contribuir com a criação de condições para a formulação de um projeto político pedagógico curricular da escola que contemple a história das comunidades de maneira ativa? Como a escola tem se comportado diante desses saberes?

            Na terceira noite discutiremos “O ensino e a aprendizagem da leitura e da escrita e o ensino de História”.  O tema é de suma importância para toda comunidade escolar, afinal o domínio pleno das competências leitora e escritora sempre foi privilégio das elites. Nossa sociedade continua negando às classes populares o acesso ao saber. Nesse sentido, torna-se importante perceber em que medida os mecanismos de exclusão permanecem instaurados na escola em práticas que impedem o desenvolvimento das competências referidas pelo contato com o saber na e pela leitura, na e pela escrita.

            Na última noite falaremos da Escola Pública que dá certo, pois acreditamos que é preciso enfatizar as boas experiências e multiplicá-las. Para isso, convidamos a diretora da Escola Pública Municipal de São Paulo “Desembargador Amorim Lima”, profa. Ana Elisa Siqueira que, há alguns anos, encabeça um projeto inspirado na experiência da escola da Ponte. Tal instituição, já mundialmente conhecida, é uma escola pública que possui um currículo flexível implementado em um prédio em que as salas de aula não têm paredes e os alunos trabalham em grupo o tempo todo. Também para compor esta mesa, convidamos uma representante do Setor de Educação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) que falará sobre o ensino de História nos acampamentos e assentamentos do Movimento.

            Além das mesas, duas tardes estão reservadas para sessões de comunicação e pôsteres: cerca de quarenta e cinco trabalhos foram selecionados e distribuídos em cinco grupos de trabalho: História e Ensino; História Social; História Cultural; História, Gênero e Identidade e História Política. Como já é tradição temos trabalhos vindos da UFGD, UCDB, UEM, UEL, UNIOESTE, UFG, dos campus da UFMS de todo o estado, além de professores da rede estadual e municipal.

            Oferecemos também 10 minicursos para mais de 80 inscritos. Além de questões relacionadas ao ensino de História, os cursos tratam de temáticas recorrentes em Semanas de História anteriores: movimentos sociais, educação indígena, educação especial, dentre outros. Aos professores que tão generosamente darão esses cursos, nosso muito obrigado.

            Cabe aqui nosso muito obrigado aos pareceristas dos trabalhos: Prof. Dr. Fortunato Pastore, Profa. Dra. Anecy de Fátima Faustino Almeida, Prof. Dr. Hajime Takeuchi Nozaki, Prof. Dr. Rogério Vicente Ferreira, Prof. Dr. Antonio Rodrigues Belon, Prof. Dr. Vitor Wagner Neto de Oliveira, Profa. Dra. Maria Celma Borges, Profa. Dra. Norma Marinovic Doro, Prof. Mestrando Leandro Mendonça Barbosa, Prof. Mestre Valdeci Luiz Fontoura dos Santos, Prof. Doutorando Giovani José da Silva e Prof. Dr. Francisco José Avelino Jr.

            Especiais agradecimentos ao Secretário Municipal de Educação e Cultura do município de Três Lagoas, professor Mário Grespan, e à Profa. Dra. Márcia Moura, Vice Prefeita e secretária municipal de desenvolvimento e turismo.

            Aos nossos patrocinadores, muitos para serem citados aqui, também agradecemos a contribuição.

            A Francisco Leopoldo Vector, nosso web designer, pelo empenho e generosidade em nos atender e permitir o uso dessa ferramenta muito útil que foi nossa página da internet.

            Aos professores do curso de graduação em História pelo empenho e trabalho em equipe que fazem de nosso curso um lugar particularmente agradável de se produzir conhecimento e ensinar.

            Aos nossos estudantes de graduação, jovens generosos que querem se tornar professores, um obrigado muito especial. São tantos que não correremos o risco de citar nomes e omitirmos alguém. Eles fazem toda a diferença em nossos encontros.

            Sabedores que somos de nossas divergências e convergências fazemos votos de que o encontro fortaleça o diálogo e dissemine saberes históricos que acreditamos vitais para nosso fortalecimento como povo e sociedade.

            Um bom encontro a todos!

            Três Lagoas, setembro de 2009.

 

 

Prof. Dr. Lourival dos Santos

Profa. Dra. Maria Ap. Lima dos Santos